Star Wars – George Lucas completa 78 anos!

Posted on

George Walton Lucas Jr.. Esse é um nome que você certamente já viu – repetidamente – nos créditos de alguns dos filmes de maior sucesso da história do cinema. O jovem tímido que nasceu em 14 de maio de 1944 na cidade de Modestonorte de Califórniaaventurou-se a estudar Cinema no Universidade da Carolina do Sul, na década de 1960, e foi aí que – incrível! – ele não conhecia ninguém menos que Francis Ford Coppolacom quem mais tarde fundou a Zoetrope americanouma instituição que visava apoiar a criação de filmes independentes fora do Hollywood.

A trajetória do roteirista, diretor e produtor George Lucas caminha em paralelo com a história da cultura pop mundial e, portanto, para comemorar o 78º aniversário do criador do universo de ‘Guerra das Estrelas‘, aqui estão os destaques de sua longa e próspera vida – perdoe o trocadilho. ; )

Luz e Magia Industrial (1975)

Não, este não é o nome de um filme, mas sim de uma empresa, criada por George Lucas para poder atender às suas próprias necessidades de efeitos visuais em longas-metragens. Sim, esse é o nível de perfeccionismo que o divo tem: criar uma empresa porque as que existem no mercado não são capazes de reproduzir em uma imagem a megalomania que ele tem na cabeça. E deu super certo, pois continua atuante no mercado e já foi responsável por efeitos em ‘Parque jurassico’Exterminador 2‘ e ‘Os Vingadores: A Era de Ultron‘, por exemplo. Nada mal, hein?

Star Wars – Episódio IV: Uma Nova Esperança (1977) – direção, roteiro e produção

Tecnicamente, este foi o terceiro recurso no georgitoporém foi com o sucesso deste – junto com o lucro do filme anterior, ‘Loucura de verão‘, uma comédia dramática – que ele ganhou dinheiro suficiente para iniciar sua própria empresa, Lucasfilm. Foi também o pontapé inicial que introduziu efeitos especiais inéditos no cinema, levando o espectador a uma experiência verdadeiramente intergaláctica. É também neste filme que começa uma das melhores parcerias do mundo do cinema: George Lucas e o compositor John Williams.

‘Star Wars: O Império Contra-Ataca’ (1980) – produtor executivo

Esse foi o filme que solidificou Darth Vader como um dos maiores vilões de todos os tempos. É também neste filme que se revela um dos pais mais famosos do cinema, gerando uma das falas mais icónicas da indústria cinematográfica, e abrindo a década que viria a ser recheada de cultura pop.

‘Indiana Jones e Caçadores da Arca Perdida’ (1981) – produtor e roteirista

Porque em uma equipe vencedora, você não se move, e Jorge chama Harrison Ford para um empreendimento sobre arqueólogos aventureiros que lutam contra o mal em nome da proteção do patrimônio da humanidade. Falando assim, parece a sinopse de um documentário de Canal de Historiamas esse é o lema da franquia Indiana Jonesque ajudou a estabelecer Steven Spielberg como um dos maiores diretores Hollywood – e também marcou mais uma parceria de sucesso na indústria, bem como uma das amizades mais duradouras e sinceras de uma vida. georgito.

‘Labirinto: A Magia do Tempo’ (1986) – produtor

Um filme mágico que não tem outro senão David Bowie no papel principal. Mas ele é realmente o vilão, mas ele também é o príncipe dos elfose é difícil não se apaixonar por ele. George Lucas foi o produtor desse lindo filme, pois tudo que envolve fantasia tem que ter o dedo dele.

‘Willow in the Land of Magic’ (1987) – escritor e produtor

Como dito, tudo que tem magia, tem George Lucas no meio, e nessa aventura ele foi o roteirista e produtor da história de um anão muito feio – mas que também gera atração e empatia no espectador, o que nos deixa com sentimentos muito confusos – que encontra um bebê humano e passa toda uma jornada para protegê-la. esta criança.

Depois disso, George Lucas continuou a saga de ‘Guerra das Estrelas‘, intercalando com ‘Indiana Jones‘. No entanto, ao longo do caminho, outros episódios interessantes marcaram sua trajetória, como o fato de conhecer o mitólogo Joseph Campbellem 1984, quando o escritor foi dar uma palestra no Palácio das Belas Artesdentro São Franciscojunto às instalações do Lucasfilm. Jorge estava na platéia e foi cumprimentar o orador no final do discurso. Ali nasceu uma profunda amizade, pois os estudos da jornada do herói desde Campbell influenciou a forma como Lucas escreveu seus roteiros, incluindo aqueles para o ‘Guerra das Estrelas‘. A amizade rendeu também uma entrevista memorável com cambell para o jornalista Bill Moyers no Rancho Skywalker, dentro George Lucasno Califórniaque mais tarde se tornaria o livro ‘O poder do mito‘ – um dos livros mais cult de escritores em todo o mundo.

Entre os acontecimentos mais recentes, uma das novidades que abalou o mundo cinematográfico foi o anúncio de que George Lucas fez em 2012 que venderia o Lucasfilm ao Disneyo que significava que a franquia de andarilhos se tornaria a empresa Mickey Mouse. A venda atingiu o valor de US$ 4,05 bilhões e, por mais que muitos fãs não gostassem da transação no início, o fato é que, graças a essa venda, hoje podemos desfrutar dos parques temáticos de Guerra das Estrelas (a primeira será inaugurada no final de maio, no Parque da Califórnia).

Como você pode ver, George Lucas é um nome de fundamental importância não só para a indústria cinematográfica, mas para a cultura pop em geral. Apesar disso, até hoje George Lucas nunca recebeu um Óscar, embora tenha sido nomeado algumas vezes. Será que agora, depois de completar 78 anos, o Academia Você vai começar a considerar finalmente dar a ele uma estatueta, mesmo que apenas por todo o trabalho? Cenas dos próximos capítulos…

Não deixe de assistir: