Os 5 melhores filmes vikings que você deveria assistir

Posted on

Embora a cultura nórdica nunca tenha saído de moda no mundo pop, a estreia do o homem do norte reacendeu o interesse público pelos povos escandinavos, suas tradições, crenças e todo o aspecto histórico envolvendo os guerreiros do norte e as invasões dos reinos europeus durante a Alta Idade Média.

Basta ver quantas produções em diferentes mídias temos falando desse período. De séries como a dela vikings aos videogames com Assassin’s Creed: Valhalla e o futuro Deus da Guerra: Ragnaroka verdade é que o imaginário em torno desses povos nunca saiu de moda e o novo filme de Robert Eggers só reforça isso.

Então, se você foi ao cinema e se empolgou com a saga de vingança do príncipe escandinavo e quer se aprofundar um pouco na cultura nórdica, o Canaltech selecionou 5 dos melhores filmes vikings para você assistir. São títulos de gêneros bem diferentes e que mostram o quanto, mesmo em meio a neve e gelo, essas pessoas ainda são capazes de render muitas coisas boas.

5. A Lenda de Beowulf

Uma das melhores maneiras de entender a cultura nórdica é através de seus mitos e contos. E uma das mais famosas até hoje é a história de Beowulf, um poema épico datado do século VII que conta a história de um herói lendário que habitou o que hoje é a Dinamarca — e a animação A lenda de Beowulf reconta este clássico com bastante fidelidade.

Lançado em 2007, um dos grandes destaques do filme foi a tecnologia utilizada, que transformou todos os atores em uma animação tão realista quanto estranha, mas que funciona dentro da proposta épica e mágica do conto original. Dirigido por Robert Zemeckis, o longa traz muito do imaginário escandinavo da época ao mostrar os feitos do herói Beowulf contra monstros e demônios em sua jornada para se tornar rei.

A lenda de Beowulf está disponível no HBO Max e para compra e aluguel no iTunes, Google Play e Amazon.

4. Como treinar seu dragão

Se você está mais interessado no cenário escandinavo do que no aspecto histórico real da coisa, animação Como Treinar seu dragão É uma ótima forma de se divertir com o tema nórdico — além de ser uma ótima forma de apresentar todo esse universo de guerreiros vikings aos pequenos, por exemplo.

A história aqui é bem simples: um jovem filho do líder de uma vila viking que não é muito bom como guerreiro caçador de dragões e que, por isso mesmo, decide provar seu valor indo atrás da fera que os contos dizem ser o mais letal e terrível. No entanto, ao encontrar tal animal, ele percebe que as coisas não são bem assim e sua vida vira de cabeça para baixo quando uma amizade improvável emerge dele.

Como Treinar seu dragão está disponível na Netflix e para compra e locação na Claro Video, Google Play, Amazon e iTunes.

3. As Aventuras de Erik, o Viking

Este é um pequeno truque, mas vale a pena. Isso porque o clássico As Aventuras de Erik, o Viking é um filme muito difícil de encontrar porque não está disponível em plataformas de streaming ou vídeos sob demanda, tornando mais fácil encontrá-lo em uma locadora antiga ou em um acervo de colecionador. Ainda assim, ele é tão bom que merece seu lugar nesta lista.

Produzido pela icônica trupe Monty Python, o filme traz a comédia típica do grupo ao explorar os costumes nórdicos a partir da figura de Erik, um guerreiro que acidentalmente mata uma mulher e que, a partir disso, precisa fazer uma viagem pelos mares . Norte para encontrar um artefato místico. E tudo isso misturando bom humor com boas doses de absurdo e muito cuidado em recriar elementos históricos – assim como já haviam feito com A vida de Brian e Em busca do Santo Graalpor exemplo.

Para isso, o filme conta com muitos dos contos escandinavos e com a obra do diretor Terry Jones – que também escreveu um livro infantil baseado nessa história –, o que torna essa interpretação viking algo muito peculiar.

2. O Guerreiro Silencioso

O Guerreiro Silencioso Não é um filme muito conhecido por aqui, mas tem seu valor. Até porque é um filme dinamarquês estrelado por um Mads Mikkelsen não muito conhecido na época, que passou um tanto despercebido no Brasil.

Ainda assim, o filme é uma ótima forma de mergulhar nesse mundo nórdico pelo simples fato de ter sido produzido por um país que faz parte dessa história. Assim, acompanhamos a jornada de um guerreiro mudo caolho (Mikkelsen) que possui uma força absurda e, por isso, é temido por todos por ser considerado um guerreiro incontrolável.

Mas isso não o impede de ser capturado e feito escravo por anos, até que finalmente consegue escapar com a ajuda de um menino. Então, ao lado desse aliado improvável, ele parte em uma nova jornada para descobrir quem ele realmente é.

O Guerreiro Silencioso está disponível no Prime Vídeo, NetMovies e Looke.

1: O 13º Guerreiro

A última coisa que você pensa quando olha para o pôster de O 13º Guerreiro é a sua relação com o mundo escandinavo, pois Antonio Banderas está longe de ser um guerreiro nórdico tradicional. No entanto, o filme é muito interessante justamente porque mostra um encontro de dois povos que quase nunca é retratado no cinema: os vikings e os árabes.

Assim, temos Banderas interpretando um nobre árabe que está exilado e acaba tendo contato com um grupo de nórdicos. O problema é que esses guerreiros estão enfrentando estranhas criaturas sobrenaturais e o herói se aliou a eles na tentativa de acabar com essa estranha ameaça.

E por mais que a sinopse pareça um pouco absurda, ela tem um ar histórico interessante, pois é uma interpretação do poema de Beowulf, ampliando o conto original e abraçando outros povos e culturas à história.

O 13º Guerreiro está disponível no Star+.