Críticas Cine Drops | Doc De Olhos Abertos + Curral grátis na Netflix Brasil + Festival de Cinema

Posted on

Olhos Abertos

Documentário sobre o jornal Boca de Rua, “De Olhos Abertos” é lançado gratuitamente
Em circulação há mais de duas décadas, o jornal Boca de Rua tem a particularidade de ser o único no mundo inteiramente produzido por jornalistas-jornalistas que habitam os espaços públicos da cidade. A história do surgimento desse veículo independente é a base do documentário “De Olhos Abertos”, que também destaca as trajetórias de vida de seus personagens principais. Entre algumas plataformas de vídeo na rede, é possível assisti-lo na íntegra e gratuitamente no YouTube. A diretora Charlotte Dafol concedeu entrevista ao Cine Resenhas. Clique aqui para ler.

Cinema na NAVE regressa com as suas atividades a partir de sessões gratuitas de cinema
Sede da Mídia NINJA em São Paulo, a Nave Coletiva sedia mais uma vez o projeto Cinema na NAVE, no qual apresenta sessões especiais e gratuitas de filmes, a maioria seguida de debate. A retomada acontece na próxima terça-feira, 17 de maio, às 19h, com a exibição do filme francês “A Fratura”, da diretora Catherine Corsini. No dia seguinte, quarta-feira, 19/05, é hora da estreia de “O Pai da Rita“, produção brasileira de Joel Zito Araújo. O Cinema na NAVE acontece na Rua José Bento, 106, Cambuci – São Paulo. Para confirmar a presença, você deve preencher o formulário conectados disponivel aqui.

pai de Rita

Estreia com direção de Lázaro Ramos, “Medida Provisoria” vira case de distribuição de impacto
Considerado um dos grandes sucessos brasileiros em tempos de pandemia (acompanhe topo 10 dos filmes mais vistos no grande ecrã desde a sua estreia), “Medida Provisoria” foi utilizado como protagonista em sessões de impacto, atingindo mais de 10 mil pessoas. Essa experiência consiste em promover sessões fechadas com funcionários de uma determinada empresa ou organização, seguidas de ações de debate e alfabetização racial, além de outras que contam com a participação de membros da comunidade, estudantes e organizações sociais, patrocinadas por empresas comprometidas com o tema.

Sabrina N Wagon, CEO da Elo Company, empresa que distribui “Medida Provisoria”, conta que se reuniu com uma equipe para estudar diferentes estratégias para que o filme chegasse a um público mais amplo. “Fizemos um debate da estratégia de lançamento e uma das perguntas era – como levar a população de baixa renda ao cinema? Foi aí que surgiu o projeto sessões de impacto, com diversas empresas patrocinando as idas de seus funcionários e/ou ONGs parceiras aos cinemas, em busca da alfabetização racial”, diz.

A “Medida Provisoria” completa um mês em cartaz e continuará a ter sessões de impacto com o objetivo de duplicar os números já alcançados por elas.

Com a iniciativa de promover a presença negra no setor audiovisual, NICHO 54 confirma sua viagem ao Festival de Cannes
Instituto fundado por Fernanda Lomba, Heitor Augusto e Raul Perez, o NICHO 54 trará sete profissionais negros para o Marché du Film, evento de mercado do Festival de Cannes que acontece entre os dias 17 e 25 de maio deste ano. A delegação é formada pelo programa Executive NICHO, iniciativa que permite aos profissionais vivenciar eventos de mercado no Brasil e no exterior como integrante do setor.

Segundo Fernanda, “a presença em eventos de mercado dessa magnitude é extremamente importante para o desenvolvimento de carreira dos participantes do NICHO Executivo. Durante este passeio pelo Marché du Cannes, as produtoras estarão imersas em um contexto audiovisual efervescente e criativo, que permite a conexão com jogadoras de diferentes países para ampliar a rede de contatos e estabelecer relações profissionais”.

Estreia de Marcelo Brennand no cinema, “Curral” chega à Netflix Brasil
Após passagens por festivais como a 44ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo e exibição em cinemas, “Curral” ganha nova vida com a chegada anunciada à plataforma Netflix. Com uma história que repercute neste conturbado ano eleitoral, o filme de Marcelo Brennand traz Thomás Aquino como Chico Caixa, um homem humilde recrutado por seu amigo de infância Joel (Rodrigo García), candidato a vereador, para ajudar a conquistar votos em um importante bairro da cidade. Chico é o ponto focal para situações que vão questionar os processos eleitorais no interior do Nordeste.

Ação do Festival de Cinema começa em São Paulo e Rio de Janeiro
Como medida para reavivar o interesse do público pelo circuito alternativo de voltar aos cinemas após dois delicados anos iniciais da pandemia, os grupos de cinema Reserva Cultural, Petra Belas Artes, Estação Net Rio e Espaço Itaú vão promover uma programação especial entre de 12 a 18 de maio. O Festival de Cinema inclui os filmes “Aline: A Voz Do Amor”, “Para Nossos Filhos”, “Encontros”, “Má Sorte no Sexo ou Pornô Acidental”, “Meu Álbum de Amor”, “Paraíso: Uma Nova Vida” e “ Segredos de Família”. Cada sessão terá um ingresso vendido a R$ 10 e permitirá o resgate de um cartão de embarque válido até o final de junho, dando direito a mais exibições, em qualquer dia e horário, em qualquer um dos cinemas dos quatro circuitos , além do Espaço Itaú de Cinema Botafogo, também por R$ 10 cada.

Sexta-feira 13 com filmes de terror no Itaú Cultural Play
Dado como o dia de azar do nosso calendário, a sexta-feira 13 sempre garante alguns mimos para os amantes de filmes de terror. Pensando neles, a plataforma gratuita Itaú Cultural Play disponibilizou cinco títulos brasileiros do gênero: “Quando Eu Era Vivo” (de Marco Dutra), “Mangue Negro” (de Rodrigo Aragão), “As Fábulas Negras” (de Rodrigo Aragão, José Mojica Marins, Petter Baiestorf e Joel Caetano), “Os Jovens Baumann” (de Bruna Carvalho Almeida) e “A Noite Amarela” (de Ramon Porto Mota). Acesse e cadastre-se aqui para assisti-los.

quando eu estava vivo

INSCREVA-SE AQUI PARA AVALIAÇÕES DO CINE